sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

10 de Dezembro - Dia do Palhaço

"Tá certo ou não tá? Táaaa!"


George Savalla, o eterno palhaço Carequinha.
(18/07/1915 - 05/04/2006)

***

(no) Fechar das cortinas

Todos nós somos artistas
e a vida na verdade é um grande palco
onde o maio espetáculo se dá quando
rimos ,choramos, cantamos, vivemos.

Somos um pouco autores
mas talvez meio fajutos;
porque só fingimos escrever nosso destino,
pois ele sempre toma um rumo diferente
daquilo que queremos.

Somos um pouco palhaços,
quando somos ridículos em achar que
podemos mudar o mundo sozinhos.

Somos um pouco cantores,
quando, debaixo do chuveiro,
deixamos ir junto com a água,
toda impureza do nosso corpo
e da nossa mente.

Somos um pouco equilibristas,
mas só somos perfeitos
apoiados em alguém.

Somos um pouco atores
em uma grande e fantasiosa peça
chamada cotidiano.

Dizem que o espetáculo não pode parar.

Mas na verdade o que ninguém quer ver,
é que depois que
as luzes apagam,
a platéia se esvazia,
e as cortinas se fecham,
só a escuridão é tua companheira.

E mesmo não querendo ver,
o espetáculo se encerra.

Mas com certeza
em algum outro palco, ele se inicia.

por Júh Costa

2 comentários:

  1. Olá, Juh!

    Seu texto que nos remete aos cíclos dessa vida:

    "E mesmo não querendo ver,
    o espetáculo se encerra.

    Mas com certeza
    em algum outro palco, ele se inicia."

    E temos que encenar no palco da existência...

    Esse seu texto me fez recobrar um poema, onde eu verso:

    Estou assistindo a uma peça
    Seu nome?
    “Minha vida”
    Seu diretor?
    O Sistema
    E eu? Estou na platéia...

    Precisamos escrever nossas próprias falas...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. OLá, querido!Obrigada pela visita e pelo comentário!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.