quinta-feira, 20 de maio de 2010

Bombril Eco

    

    Já está no ar a nova campanha da Bombril que destaca os atributos ecológicos de Bom Bril Eco. O filme contesta o uso das esponjas sintéticas, afirmando que elas são vilãs do meio ambiente.
     A ação comunica ainda que Bombril Eco não agride a natureza, já que, depois de usado, enferruja, vira pó e desaparece na natureza. A embalagem do produto ganhou novo visual, a palavra ‘Eco’ aparece estampada para comunicar que o produto é ecologicamente correto.
    A agência WMcCann foi a responsável pela criação de três filmes: ‘Biodesagradável’, ‘Placar’ e ‘Cacique’ que estão sendo exibidos nas principais emissoras do país Globo, Record, SBT, Rede TV, Band, Gazeta e também durante a programação de canais fechado como Sony, Universal, Globo News, GNT, Multishow e Warner.
    Os filmes têm duração de 30”, cada. Todos são protagonizados pelo ator, Carlos Moreno. Em um dos filmes, o garoto Bombril contracena com o ator Paulo Silvino.
    As ações de mídia contemplam ainda anúncio impresso nas revistas Veja, IstoÉ, Caras, Contigo, IstoÉ Gente, Viva Mais, AnaMaria, Tititi, Minha Novela, Sou + Eu e Maxima, além de Outdoors nas principais rodovias do estado de São Paulo.

Fonte: Propmark


----

A discussão já rola incansavelmente na WEB. Mas vale sempre a pena reforçar!

     O Bombril Eco enferruja e se degrada mais rapidamente. Porém, se esse produto tem uma vida mais curta, será necessário a compra de outro em menos tempo. Para  produzí-lo é preciso extrair minério de ferro, matéria prima da sua fabricação, resultando em uma dregradação ambiental maior. Sem esquecer de que o procesos de fabricação é complexo e necessita de outros compmentes que também agridem o meio ambiente.
     Além disso, sua embalagem é plástica. Logo, quanto mas Bombril se compra, mais embalagens plásticas, que levam centenas de anos para se decompor, são acumuladas na Natureza. Reciclagem é mais teoria do que prática nesse mundo.
Por último, mas não menos importante, a esponja e a lã de aço posuuem funções a mesma função de limpeza, porém, de formas totalmente diferentes.
      O argumento é falho e debocha da inteligência do consumidor, que iludido pela forma em que o comercial é exposto, realmente acaba acreditando que esse produto vai fazer alguma diferença (positiva) para o meio ambiente. Muito me admira a W/Mcan, conceituada e renomada, deixar que algo desse tipo escape por entre as portas do bom senso. Certamente não a trancaram direito.

E você, o que acha? Rabisca aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.