terça-feira, 16 de março de 2010

Sony paga valor recorde por Michael Jackson

     A família de Michael Jackson receberá até US$ 250 milhões da gravadora Sony pela concessão dos direitos de distribuição das músicas do cantor até 2017. O acordo prevê o lançamento de canções inéditas, novos pacotes com coletâneas e licenciamento das músicas em videogames, filmes e demais exibições que queiram se atrelar à imagem do pop star.
     O valor negociado bate o recorde que pertencia ao rapper Jay-Z e à gravadora Live Nation, de US$ 150 milhões, o que envolvia gravação de músicas e shows.
     O valor recorde é mais uma mostra da força da imagem do cantor após sua morte em junho de 2009, ainda mais se considerado que as vendas de CD´s nos Estados Unidos caíram 52% no espaço de uma década.
     De lá para cá, a Sony vendeu 31 milhões de discos no mundo, e uma previsão indica que a família de Jackson venha a faturar até US$ 250 milhões quando se completar um ano de sua morte. Além de venda de discos e demais lembranças, vale lembrar da bilheteria do filme "This Is It", que mostrou os preparativos para o show que acabou não ocorrendo.
     Outros acordos de grande impacto, segundo levantamento do Wall Street Journal, foram o de Jay-Z com a Live Nation, bem como o do mesmo selo com Madonna em 2007 (US$ 100 milhões), Bruce Springsteeen com a Sony em 2005 (US$ 100 milhões), Robbie Williams com a EMI em 2002 (US$ 100 milhões), Mariah Carey com EMI em 2001 (US$ 100 milhões) e R.E.M. com Warner Music em 1996 (US$ 80 milhões).


Com informações do Wall Street Journal.


Fonte: Meio e Mensagem On Line





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.