segunda-feira, 29 de março de 2010

Salgadinho ecológico?


    

     No final de 2009, o salgadinho Fandangos Eco chegou às prateleiras dos supermercados. Sabor milho verde, ele é integral, assado, tem o formato de bichinhos selvagens e vem com um card que traz fotos e curiosidades do mundo animal. A julgar pelas aparências, as mães devem ter pulado de alegria com o produto: “é saudável, informativo e faz bem para o meio ambiente“.
     Um pacote do Fandangos Eco tem 2,1g de fibras, o equivalente a 8% da recomendação de ingestão de fibras diárias segundo os critérios da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). É um produto com alto teor de fibras, mas cuidado: não é ecológico ou sustentável. A Elma Chips não recicla a embalagem, nem neutraliza o carbono emitido pela sua produção.
     O Verdade Inconveniente chamou a bióloga inventarista da Carbondown, a Dra. Aglair Celestino, para calcular as emissões de um salgadinho normal e do Fandangos Eco. A poluição gerada por cada pacote é irrisória, necessitando aproximadamente 0,004 de árvore para neutralizar sua produção. Mesmo assim, o Fandangos Eco polui ligeiramente mais (1,6g de CO2 a mais) do que os outros, por causa de seu card promocional – salvo algumas promoções, os pacotes de Fandangos normal não possuem card.
     Segundo Roberto Angelino, diretor de marketing da Pepsico, companhia de alimentos e bebidas responsável pela Elma Chips, a empresa tem programas mundiais de reciclagem de embalagens, reutilização das caixas de papelão e redução de consumo de água, energia e reutilização de combustíveis.
     A Elma Chips não faz propaganda enganosa porque não afirma que o produto é sustentável ou ecológico em momento algum. Mas seu nome pode enganar o consumidor. “É o tipo de coisa que aumenta as vendas. Se o produto é ligado aos animais selvagens, eles poderiam colocar ‘fauna’ no nome”, afirma Paola Figueiredo, diretora de novos negócios da Sustentax, companhia que atesta a sustentabilidade de produtos via certificações.
     Paola diz que o brasileiro dá preferência a produtos e empresas responsáveis ambientalmente, e muitos se aproveitam disso. É o caso do Fandangos Eco, com um nome que induz o consumidor a pensar que ele é ecológico. “Todo mundo adora essa questão de produto “eco” e diferenciado. Mas isso tem que ser comprovado. O buraco é mais embaixo quando falamos em produtos sustentáveis”, afirma a diretora da Sustentax.


---

Nota: A primeira impressão é a que fica...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.