sexta-feira, 1 de abril de 2011

Para os amantes de animação!



A Pixar Animation Studios completa um quarto de século em 2011. São 25 anos levando alegria, delicadeza, aventura e emoção para as telonas e telinhas. Relembre os trabalhos do estúdio com esse vídeo super bacana.


Visto no GogoJobs.

De todas as animações que já assisti, a que mais me emocionou e encantou foi "Up! - Altas aventuras."

 
Esse foi o primeiro filme da Disney / Pixar feito originalmente em terceira dimensão. Com direção de Pete Docter, o mesmo de Monstros S.A., o filme foi lançado mundialmente durante o Festival de Cannes 2008.

O filme conta a história do velhinho Carl Fredricksen (#fofo), personagem um pouco rabugento que passou toda a sua vida sonhando em explorar o planeta e viver plenamente a vida. Porém aos 78 anos de idade, desacreditado com sua sorte, uma reviravolta do destino e um guri de oito anos lhe proporcionam uma imperdível segunda chance. Com a ajuda do pequeno Russell, eles descobrem as aventuras inusitadas.

De forma emocioannte e engraçada, o filme ensina a importância da amizade e de se viver intensamente, não importa em que ponto da vida você se encontre.



Vale muito (muito mesmo) a pena assistir!

2 comentários:

  1. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos periodos mais marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? ( sinopse)
    Acessa o meu blog?

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/
    "Blog de uma adolescente"

    Se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana;
    Tainã Almeida.

    ResponderExcluir
  2. Júh também adorei Up, já que gosta de aminação uma que recomendo (talvez o tema não lhe interesse muito, mas em termos de técnicas de animação é o melhor que já vi, muitas vezes você não sabe se esta vendo um filme ou uma animação):
    Aplesseed - Ex-machina.
    Bjoxxxx

    ResponderExcluir

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.