quarta-feira, 27 de abril de 2011

20 anos de "Não é a mamãe!"

Você sabe que está ficando velho quando descobre que a série favorita da sua infância completou 20 anos. 



Foi assim que me senti ontem quando uma colega de trabalho me disse que a Família Dinossauro (Dinosaurs) completou 20 anos de lançada. 

Lembro que eu chegava correndo da escola e só ia almoçar depois de ver Baby pirraçar o pai dizendo "Não é a Mamãe!"

A verdade é que a história da Família Dinossauro nunca foi direcionada para crianças, assim como Os Simpson, Futurama e American Dad também não são. Apesar de ter sido concebida para o público infantil, a série fazia críticas bem-humoradas ao estilo de vida americano da classe média. Mas claro que eu só fui entender isso muito tempo depois, quase adulta.

O que me encantava era ver Baby fazendo suas caras e bocas, assim como as burradas que o pobre Dino fazia... E não é que ele parece com o Homer? O mercado de brinquedos e apetrechos infantis explorou ao máximo os personagens: chaveiros, cadernos, álbum de figurinhas (EU TIVE!) canecas, jogos de cama, etc. Tudo tinha a carinha de Baby, Charlene, Bob Léo Moura, Dino e Fran.


Não eram só os personagens principais que faziam sua estripulias. O chefe estúpido do Dino, seu colega de trabalho bobão (Roy) e a rabugenta mãe da Fran (Vovó Zilda) também garantiam boas risadas.

A série foi produzida pela Disney em parceria com a Jim Henson Productions e a Michael Jacobs Productions, entre os anos de 1991 e 1994, com quatro temporadas. Contanto as aventuras de uma família de dinossauros, a Família Silva Sauro (Sinclair, em inglês), os personagens viviam em uma sociedade dominada pelos grandes répteis e os humanos eram animais selvagens.

Com minha inocência infantil, acreditava piamente que os bonecos tratavam-se de criaturas reais, tamanha era riqueza de detalhes em movimentos e expressões que a tecnologia da época proporcionava. Hoje, revendo vídeos da série na internet, ainda tenho a leve impressão de que esses seres poderiam ser de verdade.


Não sei se a série ainda é exibida em algum canal da TV aberta, mas originalmente começou na Globo, passou pela SBT e até pouco tempo atrás passava nas noites da Band. É um programa que deixou saudades e que certamente marcou a infância de muita gente.

Vamos relembrar?

 

Trecho do episódio final da série:




--

Não consegui resistir a uma infame comparação entre personagens e resolvi postar também. Qualquer semelhança É mera coincidência!

 "Cortez, eu sabia que já te conhecia de algum lugar..."



Um comentário:

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.