sexta-feira, 18 de março de 2011

E o rico cada vez fica mais rico...



Depois do padrão Globo de qualidade, o mercado de comunicação no Brasil está conhecendo o novo padrão Globo de cobrança, mas que de novo não tem nada. 

A bola da vez é um comunicado absurdo que foi divulgado para as agências de publicidade e que vai de encontro a evolução dos meios de comunicação. Nadar contra a maré tá virando moda no Brasil.

Segundo informações divulgadas no blog Eu te disse, de Frank Carvalho, a TV Globo decidiu restringir o uso de mídias sociais nos comerciais veiculados.  Em outras palavras, os comerciais não podem mais inserir o nome das redes sociais em seus comerciais. Se isso for utilizado, será cobrado MULTIPLICIDADE. 

Faço minhas as palavras do Frank, que disse:

"Eu confesso que, não sei no que a medida de utilizar os nomes ou as logos das redes sociais prejudica as receitas da emissora, tendo em vista que o que vai definir o futuro da televisão, é justamente o entrelaçamento com as mídias sociais, já que é uma tendência das mídias consideradas OFF serem ferramentas de trampolim para as mídias ON."

2 comentários:

  1. São poderes econômicos em conflito. Todos querendo o nosso sangue e suor, simbolicamente, dinheiro.

    ResponderExcluir
  2. Um modo ridículo de lucrar mais.

    A emissora tem que cobrar pelo espaço não pelo conteúdo da peça.

    ResponderExcluir

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.