quarta-feira, 2 de março de 2011

Devassa? Sei...


Desde que a cerveja Devassa anunciou Sandy como a nova garota-propaganda da marca (e musa do camarote no carnaval do Rio), o burburinho tá rolando solto na internet. Muita gente falou coisas do tipo: "Sandy? Devassa? Ah, conta outra!"

Se a intenção da agência Mood era impactar, conseguiram. Nunca imaginei a cantora fazendo propaganda de cerveja, ainda mais "pós Paris Hilton"!

Espanto à parte, a idéia da Mood foi até bacana, mas aos meus olhos não dá pra acreditar na imagem da Sandy sensualizando geral. Bem que ela tenta, pelo menos a garota é esforçada, mas soa justamente assim: forçado! Nem o cabelo loiro e meia-luz resolveram.

O primeiro filme da campanha foi lançado na noite dessa terça-feira no intervalo do Jornal Nacional, sob o conceito "todo mundo tem o seu lado devassa". 

Bem, a referida cantora pode até ter esse lado, mas deve ser lá pro marido dela, porque na TV...

Antes que alguém se manifeste em defesa da Sandy, vou logo avisando que não tenho nada contra a artista, muito pelo contrário, sua imagem emblemática faz parte dos saudosos tempos da minha adolescência "dig -dig -joy". Já até postei aqui sobre seu trabalho mais recente. Contudo, ela parece viver uma tentativa desesperada de se livrar da imagem de "santinha" que sempre teve e, definitivamente, ser musa de uma cerveja foi a pior  alternativa.

Confira o vídeo e tire suas próprias conclusões:


Com informações do AdNews.

--

Update 1!

Segundo o site da Revista Vej, o cachê da moça foi de R$ 1milhão. Baratinho, né?  Sem falar que a mesma deu uma declaração recentemente dizendo que não gosta de cerveja. Como disse uma amiga minha: "Ah, meu bem, por um milhãozinho ela bebia até água do Tietê." :-P

Update 2!

Foi ao ar ontem (quinta-feira), mais um comercial da campanha mostrando toda devassidão de Sandy!



Repetindo: Devassa? Sei...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.