segunda-feira, 10 de outubro de 2011

I Circuito de Comunicação de SE

No último final de semana rolou em Aracaju o I Circuito de Comunicação e Marketing de Sergipe. Como eu já havia dito aqui no blog, arrumei as malas e  fui participar.



Realizado no Centro de Convenções da cidade, posso afirmar que valeu muito a pena as 10 horas (ida e volta) de viagem para participar desse evento. 


(Gabriel Sotero no canto direito)

Pra começar, a sexta-feira foi recheada de bons pensamentos. A primeira palestra do dia foi com o redator da Talent, Gabriel Sotero. Jovem, meio tímido, mas pense em um cara cheio de bagagem? Fiquei impressionada com os caminhos que ele já percorreu. Em 2009, ele foi eleito pelo Young Lions um dos redatores mais talentosos do Brasil, o que rendeu a participação no Festival Internacional de Propaganda em Cannes, festival onde foi premiado com um Leão de Prata na edição de 2011.

Bem, o Gabriel começou indicando uma série muito bacana: Mad Men. Segundo sites especializados em publicidade, e provavelmente o próprio Gabriel, é uma série que todo publicitário deve assistir... E eu já tô fazendo essa lição de casa há tempos!

O redator defendeu a necessidade de ousadia dentro da publicidade, no sentido de não ter medo de explorar as inúmeras possibilidades existentes: 

"É fazer diferente, é confiar no próprio taco, 
é apostar, e claro, assumir riscos."

Para isso, exibiu como exemplo, vídeos como o da Rexona na MTV e o polêmico da Hope com Gisele Bundchen. Quando a poeira baixar, faço um post especial para esse caso.

Ou seja, a necessidade de se reinventar todos os dias é questão de sobrevivência, para que o trabalho não se torne um eterno replay. Ideias não devem se repetir, mas podem ser moldadas e adequadas aos muitos perfis existentes. Pra mim, aquela velha máxima de "nada se cria, tudo se copia" não tá com nada. A verdade é que nada deveria ser copiado, e sim, reinventado.

Dentre as muitas vertentes que foram debatidas, gostei muito de uma frase do  Steve Jobs (que eu já tinha lido) e que o Gabriel fez questão de citar: 

"As pessoas não sabem o que querem até mostrarmos a elas."

-

Após a palestra de Gabriel Sotero e o debate entre ele, os outros componentes da mesa e o público, foi a vez de Rodrigo Cogo, profissional de Relações Públicas e gerenciador do portal Mundo RP, apresentar o perfil da Geração Y e seu comportamento. Dentre os tópicos apresentados, ele abordou características importantes dessa geração, como o gosto por ambientes flexíveis e com interação, ter controle e poder de personalizar, observadores da forma e do conteúdo, além de ter um instinto imediatista muito forte.

Um dos elementos determinantes nessa geração é a necessidade de compartilhar e construir conteúdo com enfoque colaborativo. Aliás, esse termo é a bola da vez. Se constroem fóruns, organiza-se eventos, escreve-se jornais e revistas, realiza-se promoções, produzem-se vídeos, etc. Tudo sob a ótica de somar esforços para construir algo novo, baseado em interesses comuns entre os participantes.

Uma das frases citadas por Rodrigo foi: "Mesmo que você esteja no caminho certovocê será ultrapassado se ficar sentado. Para o infinito e além!" (Buzz Lightyear. É, ele mesmo, Toy Story também é conhecimento!) Essa citação transmite bem a mensagem de que, para  construir é preciso agir, pois nada adianta fazer as escolhas certas se você não as assume até o fim.

-

Mais um palestrante do dia, foi a vez de Thales BrandãoMBA Executivo em Administração de Empresas com ênfase em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas, editor do portal de conteúdo Cidade Marketing, consultor e Instrutor do SEBRAE nas áreas de marketing e vendas. 




A palestra de Thales abordou sobre o "apagão de mão de obra", como ele mesmo chamou, dentro do meio digital. Segundo ele, faltam pensadores digitais, que tenham espírito empreendedor. Destacou ainda como a realidade do mercado de trabalho está diferente, onde a entrevista de emprego começa nas redes sociais, com o monitoramento de tudo que o indivíduo posta, curte ou segue, construindo uma espécie de "reputação on line."

Você provavelmente já deve ter lido por aí, que antes de lançar qualquer coisa na web, deve-se pensar duas vezes. Ainda que aquilo seja apagado posteriormente, o seu registro não desaparece por completo e, em caso de algo negativo, pode lhe prejudicar algum dia. Foi nessa tecla que Thales bateu, destacando que é preciso cuidar da sua imagem na web. 

Vale destacar as chamadas "correntes digitais do inferno" (ri muito nessa hora!), que as pessoas insistem em passar adiante, com conteúdos totalmente inúteis e que só servem para aumentar o tráfego. Pois bem, quando receber algo assim, pense um trilhão de vezes antes de repassar e se imagine no lugar de quem vai receber: você gostaria de ter sua página ou caixa de entrada recheada de mensagens assim? Aposto que não! 

Das muitas coisas interessantes ditas por Thales, duas me chamaram bastante a atenção. Não por serem inéditas, pois não são, mas por serem bem semelhantes as lições que sempre tentar colocar em prática:

"Ter paixão pelo que faz" e "Não busque nota, busque conhecimento."

-

Esse foi o primeiro dia de Circuito, muita coisa boa aconteceu no segundo dia, mas isso é assunto para um segundo post. Até breve!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.