sexta-feira, 8 de abril de 2016

Boca seca

São tantos ventos que sopram contra,
são tantas ondas que me arrastam pra dentro
de um mar sombrio e tortuoso
disposto a me afogar sem piedade.

São tantas flores que murcharam
antes que alguém sentisse o perfume,
deixando tristes os campos
outrora coloridos.
Agora resta somente a cinzenta aridez.

São tantos versos incompletos,
tantos papéis empoeirados nas gavetas
que guardam, em sussurros,
as tormentas que abrigo em meu coração.

É tanto amargor que atravessa a garganta,
dissabores provados por engano
ou inocência.

Onde estará a doçura da vida?
Perdeu-se em cada suspirar...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.