quarta-feira, 15 de abril de 2015

A escolha da semente




Algumas pessoas nascem. Outras apenas brotam. As que nascem são como flores que perfumam o ambiente quando chegam, as que brotam se assemelham à ervas-daninhas.

Aquelas que nascem possuem um propósito para tal, se encaixam perfeitamente na lacuna da vida de alguém, mostrando-lhe que independente da sua cor, raça, religião, posição social ou condição sexual, são pessoas especiais e merecem tudo de bom nessa vida. As que brotam apenas sugam, enfraquecem, destroem tudo que tocam, dando preferência a ambientes onde o mau caratismo predomine e a honestidade seja alvo de chacota, brotam para usar a fraqueza alheia como moeda de troca.

Pessoas que nascem tem uma missão, ainda que não descubram isso imediatamente, alguma levam uma vida inteira para descobrir e entender porque estão ali. E para nós, aqueles que apenas contemplam, é difícil entender quando elas partem, mais difícil ainda aceitar que cumpriram sua missão.

As que brotam são dispensáveis, desnecessárias, existem apenas por um deslize da criação. Não. As pessoas que brotam também possuem sua serventia. Existem para nos mostrar o quanto é importante existir pessoas que nascem, o quanto elas podem transformar o lugar onde germinam. Sem o mal que brota, nunca daríamos valor ao bem que nasce.

E quando pessoas que nascem simplesmente partem, a princípio a dor nos deixa surdos, cegos, burros, é mais fácil culpar um destino que não entendemos.

E depois que o latejar amansa, nos damos conta do quanto quem nasce foi importante. Para nos unir, para nos fazer celebrar, para nos fazer relembrar valores esquecidos, para nos mostrar o quanto lutar nas batalhas diárias é doloroso. Mas que lutar é preciso e possível. E principalmente, lutar para que no terrenos onde ervas-daninham se multiplicam incansavelmente, existam dias onde flores nasçam e perfumem as mãos de quem as dá e de quem as recebe.

Hoje uma flor foi embora, mas perfumou minhas mãos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu rabisco por aqui!Em caso de dificuldade, envie seu comentário para o endereço rabisco-criativo@hotmail.com

Críticas são bem-vindas, mas educação e bom senso também.

Obrigada.